Translate

Pesquise no blog

Mousse de Goiabada


Ingredientes:

2 xícaras (de chá) de leite de soja ou de amêndoas (foram os que testei, não sei se com outros dá certo também, mas acho que sim)
1 xícara (de chá) de goiabada picada
1 colher (de sopa) de suco de limão
2 colheres (de chá) de ágar-ágar (eu prefiro o branco, o escuro costuma ter o gosto muito forte)
1/4 xícara (de chá) de leite vegetal (o mesmo que você usou)
1/2 xícara (de chá) de creme de leite de soja (pode usar a mesma quantidade de leite de coco também)

Calda

1 xícara (de chá) de água
1/2 xícara (de chá) de goiabada picada
1/2 xícara (de chá) de açúcar cristal

Modo de Preparo:

Em um liquidificador, bata as duas xícaras de leite vegetal com a goiabada picada e o limão espremido até ficar uniforme.
Misture o ágar ágar com o 1/4 de xícara de leite vegetal e reserve.
Em uma panela em fogo médio, coloque a mistura do liquidificador e deixe ferver (os pedacinhos de goiabada se derreterão nesta etapa). 
Quando estiver borbulhando, acrescente a mistura do ágar ágar com o leite vegetal, misture por 1 minuto e desligue. Acrescente o creme de soja, misturando novamente até ficar uniforme.
Coloque a mistura em tacinhas e espere esfriar para levar à geladeira. 
Deixe gelando por cerca de 4 horas para ficar gostoso.

Para fazer a calda é simples! 
Em uma panela misture a água, a goiabada e o açúcar. 
Esta mistura irá ferver e em seguida começará a encorpar. 
Mexa de vez em quando para não queimar.
Espere esfriar um pouco e jogue sobre a mousse! 
Se quiser jogue coco ralado por cima. 
Está pronto!

http://festaveg.blogspot.com

...

Postagens Populares




TERRÁQUEOS (Earthlings) é um filme-documentário sobre a absoluta dependência da humanidade em relação aos animais (para estimação, alimentação, vestuário, diversão e desenvolvimento científico), mas também ilustra nosso completo desrespeito para com os assim chamados "provedores não-humanos".

Este filme é narrado pelo ator Joaquin Phoenix. Com um profundo estudo dentro das pet-shops, criatórios de filhotes e abrigos de animais, bem como em fazendas industriais, no comércio de couro e peles, indústria de esporte e entreterimento, e finalmente na carreira médica e científica, TERRÁQUEOS usa câmeras escondidas e filmagens inéditas para narrar as práticas diárias de algumas das maiores indústrias do mundo, as quais dependem de animais para lucrar.

Impactante, informativo e provocando reflexões, TERRÁQUEOS é de longe o mais completo documentário jamais produzido sobre a conexão entre natureza, animais, e interesses econômicos. Há vários filmes importantes sobre os direitos dos animais, mas este supera os demais. Assista: